A nova membra na família

14 Dez. 19
A nova membra na família

Baby Đive Brailo


Com muito amor e uma lágrima no olho estou escrevendo este post sobre a menina Đive, que nos trouxe a maior felicidade no dia 4 de setembro de 2019. Ela veio com 3750g e 51cm, às 07:35 de manhã.

Gestação

A própria gestação correu bem. No início estava muito enjoada, tanto que perdia kilos e mal podia comer algo. Depois veio a pressão baixa, tive que parar de trabalhar no sexto mês (com o menino trabalhei até o oitavo) porque às vezes passava mal e estava com medo das muralhas, escadas,… Tive também alguns problemas com as infecções, mas o mais importante era que a bebê estava bem.

IMG 6022

Consultas de médico

Como sabem que aqui a saúde é pública, cada gestante tem o seu médico que controla a gestação até o final. Qualquer exame, medicamento, consulta, é completamente gratuita. Se a mulher é desempregada, o estado ainda paga tudo. Paga só se fosse ultra-som 4d ou algum exame facultativo que quer fazer.
Aqui na Croácia, as consultas no início da gravidez vão de duas em duas semanas, dependendo de médico. Quando entra no segundo trimestre, é uma vez por mês. No final, se está tudo bem, de novo de duas em duas semanas e no último mês 1 vez por semana.

Menino/Menina

IMG 6042

Óbvio que depois de um menino croata preguiçoso, eu queria muito uma menina.:) A filha sempre está ao seu lado, verdade?
Desde que podia ver, o médico falava que era menina. Mas uma amiga que deu a luz há 10 anos teve a situação em que o médico falava o mesmo, ela comprou tudo cor-de-rosa, e no final saiu menino.:) Por isso, por muito tempo não queria comprar nada de roupa para o bebê porque em cada consulta esperava um pi-pi na tela do ultra-som. E o médico repetia: é MENINA! Agora ela tem tanta roupa cor-de-rosa que tenho que trocá-la algumas vezes por dia para usar tudo, é tudo tão fofo, não estou sabendo lidar!:)

IMG 6136

Ensaio de gestante

Todas essas fotos que estão vendo não seriam possíveis se não tivesse a minha cunhada que tevem muita paciência subir inúmeras escadas com uma grávida lenta.:) Ela não é fotográfa, não é nem o hobby dela, mas foi a que me ajudou finalmente ter as fotos de gestante. Na verdade, eu marquei duas vezes dois fotográfos profissionais que me deixaram esperando na cidade às 7 e 8 h de manhã no oitavo mês de gravidez, sem avisar nada! O primeiro só depois falou que faleceu o gato dele e outra que passou mal porque também estava grávida e que não avisou porque não viu que a Internet estava apagada (?). Deixaram-me esperar em vão duas vezes com o barrigão, pressão baixa e pés inchadíssimos. Mas não desisti. A câmera tinha, a cunhada também tinha. O meu pai editou as fotos. E mesmo que eles não sejam profissionais, sabendo que fomos envolvidos todos juntos, acho que ficou ainda mais doce.

IMG 6066

Parto

Aí vem a parte difícil. Com o menino estava fácil (quanto pode ser) porque durou apenas uma hora. Sabia que é impossível ser sortuda duas vezes. E assim foi. Foi terrível! Tudo começou no dia 3 de setembro por volta das 22h quando senti algumas dores nas costas. Nada grave, mas quando vi que repetia de 8 em 8 minutos, percebi que chegou a hora. Fui para o hospital, confirmaram-me que o parto vai começar, deixaram-me esperando que venha com mais frequência. Por volta das 3h de manhã as contrações começaram cada 2 minutos, e assim ficaram 4 horas. É uma dor inexplicável. E senti tudo, porque o parto foi sem medicamento nenhum, aqui por falta de médicos não pode pedir a epidural. E a cesârea é só se algo for errado. No final só recebi um medicamento que a gente chama de „drip“ para acelerar o parto. A menina chegou às 07:35, toda saudável, linda e forte. Mamou nesse mesmo momento. Depois do parto, aqui fica no corredor mais uma hora para eles verem se está tudo certo. Logo, vai para o quarto e se não tiver necessidade, sai 48 horas depois do parto.

Chegada a casa

Viemos ao nosso cantinho no dia 6, o papai e o irmão arrumaram a casa inteira (depois de uma festa alegre), compraram os balões. Estava tudo pronto para a nossa vida nova, que sinceramente, estamos amando muito!
No início a bebê estava com cólicas e não dormia muito, mas sabia que ia passar porque com o menino estava ainda pior. Agora, com 4 meses, ela acorda só uma vez por noite, come muito, cresce rapidamente.

IMG 6157

Nome

Ela chama-se Đive que é um dos nomes mais tradicionais da região de Dubrovnik e relativamente raro - segundo à estatística, existem cca 30 na Croácia inteira. Lê-se como “diva” em português do Brasil, mas com “e” no final. Deriva do nome “Ivan”, a versão croata de “João”.

Volta ao trabalho

Graças ao meu marido compreensível, concordamos que depois de 6 meses da minha licença de maternidade, ele continua com a licença de paternidade para eu poder trabalhar. Aqui a licença dura em total 12 meses. A mãe pode usar tudo, ou partilhar com o pai quando ele ganha 2 meses extra como apoio de mais homens irem de licença. Há muitas mulheres que começam trabalhar mais cedo porque o que ganha por mês não é suficiente para a vida normal, sobretudo se mora numa cidade cara como Dubrovnik. Nos primeiros 6 meses recebe o salário inteiro, os próximo 3990,00 kunas (cca 550€).
Então, a partir de abril quando o meu marido parar de trabalhar, eu volto aos tours com o horário completo.

IMG 6263

Muita bênção para a baby Đive! 

IMG 6457

Deixe o comentário:
 All works